Reportagem: Portas se abrem ao turismo colaborativo

Quartos vazios, carros sem passageiros, bicicletas enferrujadas no quintal deserto, recursos ociosos que podem tomar vida com a colaboração. Já são milhares de pessoas que têm se aproximado com a ajuda da tecnologia para fazer um turismo mais sustentável. A cultura de colaboração ganha adeptos pelo mundo, mas regulamentação ainda é frágil. Reportagem publicada na Edição de Abril de 2017 do Jornal-Laboratório Zero.

Notícia: Festival premia os melhores grupos de gêneros de dança

O Teatro Ademir Rosa, do Centro Integrado de Cultura (CIC), foi palco do Prêmio Desterro – 7º Festival de Dança de Florianópolis entre os dias 30 de agosto e 4 de setembro. Os gêneros contemplados foram o jazz, balé clássico, balé de repertório, sapateado, dança contemporânea, popular, urbana e de salão. Mais de 1.300 bailarinos se apresentaram durante o festival. Notícia publicada em setembro de 2016 no portal de notícias Cotidiano UFSC.

Reportagem multimídia: A arte das ruas

Do espaço democrático das ruas eles fazem um palco a céu aberto. Na luz vermelha do semáforo, na lagoa ou no meio da praça, lá estão eles, malabaristas, músicos, estátuas vivas, grafiteiros e palhaços. Há quem enxergue a arte de rua como mais um meio de ganhar a vida, há quem a veja como algo maior, uma forma de resistência. De um jeito ou de outro, em tempos em que o incentivo a arte e cultura são escassos, eles seguem trazendo as expressões artísticas para mais perto das pessoas.

Entrevista: “Nos veem como uma esperança”

A Organização Médicos Sem Fronteiras (MSF) foi fundada em 1971 com o objetivo de levar atendimento médico para pessoas afetadas por graves crises humanitárias. Hoje, o MSF está presente em mais de 70 países e conta com mais de 36 mil profissionais. Entre eles está Renato Souza, enfermeiro catarinense que participou de 13 missões com a organização. Entrevista publicada na edição de maio de 2017 do Jornal-Laboratório Zero.

Reportagem: Quando a casa vira prisão

O Maciço do Morro da Cruz se localiza na região central de Florianópolis, é uma área de ocupação formada por 16 comunidades onde moram cerca de 23.500 pessoas. Apesar do tamanho, o Morro é um espaço invisível em muitos aspectos. Falta de saneamento básico, infraestrutura e segurança são alguns dos problemas que afetam os moradores dessas comunidades diariamente. Reportagem publicada no portal Blog do Quatro, em julho de 2016.

Reportagem: Hidrelétricas provocam males visíveis e invisíveis

O governo brasileiro se orgulha em afirmar que mais de 42% da geração de energia do país é renovável. Levando em conta que as fontes de energia renovável não lançam poluentes na atmosfera, esse é realmente um dado para se orgulhar. Mas será que somente por não liberarem gases que provocam o efeito estufa as usinas hidrelétricas podem ser consideradas energia limpa? Reportagem publicada no portal Blog do Quatro, em maio de 2016.